domingo, 20 de fevereiro de 2011

Os Atores de Chaves - Maria Antonieta de Las Nieves (Chiquinha)

"Uééééé, Uéééé, Uéééééé"

Maria Antonieta
De Las Nieves
Era a mais jovem do elenco dos seriados "Chaves" e "Chapolin". Natural de Nayarit, no México, María Antonieta de las Nieves iniciou sua vida artística muito cedo, com apenas seis anos de idade, numa escola para atores chamada "La Carrera". Aos oito anos, já fazia dublagens e era atriz de novelas ("La Leona"), sendo agraciada com seu primeiro prêmio como atriz pela atuação na referida novela. Sonhava em ser uma das mais reconhecidas atrizes dramáticas do México, mas aos 18 anos, quando Chespirito a convidou para integrar o elenco de seus programas, seus planos mudaram por completo. Ao saber que María Antonieta queria ser uma atriz dramática, e não de comédia, Bolaños a respondeu da seguinte maneira: "Então você não é boa atriz! Uma atriz não é dramática ou cômica, é atriz".

Bolaños procurava uma atriz baixinha para que ele não se sentisse tão "humilhado" com sua baixa estatura. Outro ponto positivo da atriz que o encantou foi sua bela voz, pois María trabalhava como dubladora no México. Na antiga abertura original de Chaves, havia uma introdução que se dizia: "Este é o programa número um da televisão humorística!" A voz desta introdução era do marido de María Antonieta, Gabriel Fernández (que fez figuração nos episódios da escola de 1979, sentando-se sempre atrás do Nhonho).

O primeiro trabalho dela com Bolaños foi como a apresentadora do humorístico "Os Super Gênios da Mesa Quadrada", que satirizava fatos da época. Também participou do programa "Sabados de la Fortuna". Mas todos sabem que a consagração mundial veio através da personagem Chiquinha, na série "Chaves".

Em 1974, María Antonieta de las Nieves recebe uma proposta irrecusável da TV Azteca para apresentar um programa de variedades. No seriado, foi dada a desculpa de que Chiquinha havia ido morar na casa de suas tias do Interior. Como o programa não deu certo, ela regressou ao elenco de Chespirito no ano seguinte, de onde só sairia com o término da produção do programa, em 1995.

Em 1994, María participou de uma série em que seguiu interpretando Chiquinha. O programa se chamava "Aqui esta la Chilindrina", e tinha no elenco o seu marido Gabriel Fernandez e a sua filha adotiva Verónica Gómez Fernandez (que participara de alguns sketchs de Chespirito, onde inclusive deu vida a Paty na versão dos anos 90 da saga das Novas Vizinhas). O programa era produzido por Rubén Aguirre e teve apenas 17 episódios. Mesmo assim, foi reprisado durante cinco anos. Em 1995, protagonizou o filme "La Chilindrina en Apuros", onde também interpretou Dona Neves.

Em algum momento de sua vida, María Antonieta pensou em ser vedete. Assim como a maioria de seus ex-companheiros, María também era proprietária de um circo, onde se apresentava por toda a América Latina e EUA. No mês de julho de 2003, ela despediu-se da carreira circense na cidade de Toluca, no México. Também teve um programa solo na Televisa, onde interpretou a personagem que a consagrou.

Ultimamente, ela vinha travando uma briga jurídica com seu ex-colega Chespirito, que exigia que ela deixasse de interpretar a personagem alegando que os direitos sobre ela lhe pertenciam. Em 2002, ao receber um mandado judicial lhe proibindo de interpretar Chiquinha, María chegou a sofrer um princípio de enfarte. Na entrevista de Edgar Vivar ao extinto programa "Falando Francamente" em 2003, ele disse que María e Chespirito já não alimentavam tanto a briga, e que apenas a imprensa mexicana se encarregava de botar lenha na fogueira.

A entrevista concedida ao "Falando Francamente" em sua casa, na Cidade do México, foi constantemente reprisada em 2003. Nela, María se lembrava com saudades de Ramón Valdez (o Seu Madruga), falava de sua briga com Chespirito (onde alega ter ganho o processo, deixando claro que tem os direitos da personagem) e, claro, fez muitas brincadeiras auxiliadas pela sua irreverência, simpatia e profundo carisma. Tem uma filha e duas netas. Em 2005, fez a novela infantil "Sueños y Caramelos" na Televisa. Dois anos depois, atuou em "Dame Chocolate", prdoduzida pela Telemundo.

Fonte: http://www.portaldochaves.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário